Tag Archives: agilidade

Aniversário do CEJUG 2009

Este ano iremos realizar pela segunda vez consecutiva o evento Aniversário do CEJUG. No ano passado contamos com a participação de uma palestra internacional com o Kohsuke Kawaguchi (developer do Hudson e Glassfish) e duas palestras nacionais com Maurício Leal e Bruno Pereira.

Para o evento deste ano aumentamos a programação e teremos sete palestras, com a presença do Paulo Silveira, Rodrigo Yoshima, Jeveaux, Bruno Pereira, Tarso Bessa, Rafael Ponte, Régis Melo e Victor Oliveira. São cinco palestrantes nacionais e três palestrantes de Fortaleza. Iremos fazer uma grande festa, com palestras altamente técnicas e diversos brindes!

Veja os diversos temas das palestras:

tagcloud

Como podemos notar na nuvem de tags acima, teremos vários assuntos do momento como TDD, agilidade, frameworks web e muito Java! Isso tudo para informar e ajudar a melhorar os conhecimentos dos desenvolvedores de software do Ceará.   O profissional antenado e preocupado em se reciclar deve participar desse evento, até porque é totalmente gratuito. Faça já a sua inscrição, é totalmente gratuito!

Desde o ano passado que o CEJUG vem realizando diversos eventos e este ano não poderíamos deixar de realizar uma grande festa para comemorar mais um ano de vida do grupo. Gostaria de agradecer o apoio das empresas que sempre vem acreditando no CEJUG, como a FA7 (local do evento), Concrete Solutions, Caelum, USIX e Sun Microsystems.

Para finalizar o dia, continuaremos a comemoração no Forró do Sítio (quero ver os paulistas, cariocas e capixabas dançando forró, 🙂 ) e todos estão convidados para se divertirem conosco!

Excelente post sobre Agilidade

O Phillip Calçado escreveu um post excelente sobre Agilidade, vale a pena ler. Parte do post que mais me identifiquei: “Nossa equipe não exige a priori nenhuma restrição de horário, trabalhamos com pessoas que criam software e soluções, não com recepcionistas que precisam atender o telefone.”

Concordo com esse trecho do post do Phillip, as empresas precisam deixar de serem antiquadas e feudais, precisam pensar em transmitir e gerar conforto e felicidade para seus funcionários. Veja o comentário que deixei nesse post.